iol diário.... reportagem


A Fragata portuguesa Corte Real participou, esta sexta-feira, numa operação inédita. O navio detectou duas embarcações de piratas, que se dirigiam para um barco «mãe», depois de assaltarem um navio comercial.


Os fuzileiros acabaram por capturar os piratas que optaram por não resistir à detenção. A operação aconteceu por volta das 17 horas e foi dirigida por um oficial da marinha portuguesa, o Almirante Pereira da Cunha. Terminou sem troca de tiros, nem retaliações.

Sem comentários: