Saca no quiksilver pro france 2009


O português Tiago Pires terminou nas meias-finais a excelente campanha no Quiksilver Pro France, isto após ter perdido o duelo com o australiano Mick Fanning, que acabou por vencer a prova. Ainda assim, o 'Saca' garantiu o terceiro lugar na competição francesa.Nas meias-finais, Fanning conseguiu nas duas melhores ondas a pontuação total de 17.43 e superou Tiago Pires, que apenas arrecadou 12.33 pontos. O surfista português ao obter o terceiro lugar conseguiu, neste torneio, igualar a sua melhor classificação numa etapa do World Tour e subir 10 posições no «ranking».Na final do Quiksilver Pro France Mick Fanning fez 16,66 pontos e superiorizou-se ao seu compatriota Bede Durbidge, que apenas conseguiu 12,87.
E "Saca" a dar-lhe no Kelly Slater... hehehe
23º lugar no ranking ASP world tour neste momento.

É de tirar o chapéu, fazer vénia e bater palmas...
aloha pra ti filho da terra... jagoz!

insónia a horas do incógnito


Horas de ir dormir, num dia qualquer…
Pareço estar cansado e vai saber tão bem… humm…
É aqui, onde? Depende, do espaço ou do tempo. Será sempre onde eu quiser mas para estar escrito é relativo, um desabafo não precisa de ser completamente honesto, mas também não vale mentir, serve apenas para aliviar a pressão e ter alguém que entenda o nosso ponto de vista mesmo sem saber todos os pormenores! Nem é necessário que entendas tudo o que digo!
Com ela a trabalhar sem parar e com fumo a sair, ás vezes faz tilt, e penso mas porquê? Eu sei porquê, mas faço de conta que está tudo normal, mais um dia que passou e amanhã mais uma aventura. Mas custa dormir com tanta coisa por pensar, será insónias!? É possível, mas não sou médico nem sei fazer triagem de mim próprio.
Olha, estou a ver-me no tecto, pareço flutuar fora de mim como se de uma alma falasse. Mas estou parado, quieto e cansado, pareço transpirar e estou a tremer dos membros inferiores, devo estar doente ou coisa de género… mas o meu reflexo parece espelho de motel, daqueles misteriosos em que muita coisa acontece e poucos são os que sabem, de estilo clássico e imagens repetidas, fico deslumbrado com o néon vermelho que ilumina toda a divisão como cor de fundo em cenário paradisíaco. Mistério, lembra as histórias de Sintra, do castelo ao palácio, passando pela velha e nova Sintra e em todo o redor da serra, histórias que na passa palavras vão se perdendo, outrora aumentavam o conteúdo com monstros, fantasmas e príncipes encantados, histórias de amor e traição, histórias de batalhas e túneis infinitos no tempo. Em meu redor agita-se a imagem, de mim ou de alguém que se mexeu talvez, do meu conhecimento do mar sei como reage a água, muitas horas a observar a ondulação á espera da onda perfeita, sei que isso não existe mas eu espero sempre dentro das possibilidade que Deus me deu.
Será que já estou a dormir? Se calhar não e muda o cenário.
Contas, contas e contas, conto eu, 1 2 3 e agora contas tu, 1 2 3 4 5, contas sempre mais que eu. São histórias para contar de quem estudou mais, para quem precisou de mais anos para se formar mas que se esqueceu que apenas a viver é que se cresce. Eu também estudei alguma coisa mas vivi bem mais que muitos, continuo a estudar agora e sempre irei estudar até morrer, aprender e ensinar seria o que deveríamos fazer até àquela hora e é o fazemos mesmo sem nos apercebermos! Mas as minhas contas não chegam para colmatar a minha divida de vida, paga mas logo fico a dever, é um ritual que sigo religiosamente há alguns anos, estes anos de prestige…
Ah ah ah…. Prestige… ah ah ah … Frost yourself…
Humm, ainda acordado, começo a ficar fudido!
Mas e onde é que eu ia? Ah, já sei, contas milagrosas de serem pagas… E o que vou fazer amanhã para o almoço? Vou pagar o registo, pago o selo e vou fazer a revisão ao carro, assino 6 vezes em nome de outros e vou comer no Odivelas parque para passar tempo… isto tudo poderia ser feito amanhã e já não o tivesse feito ontem, quase tudo feito ontem! Ai mãe, desta vez nem os abonos vão chegar! Por tudo isto tenho de ir embora, treinar e jogar como te disse! E aos abonos emprestados ficarei a dever, dinheiro e amor não se encaixam mas na minha vida já os vi afastarem e unir pessoas. Como o elástico que estica mas também encolhe, o importante é não partir, digo eu!
Abro a boca em sinal de sono e sempre de olhos fechados na escuridão penso no dia, o dia em que algo aconteceu ou irá acontecer, muitas vezes tento imaginar sensações, tento sentir como se estivesse a fazer algo, mas não dá! Só dá para relembrar o que aconteceu, o futuro é um assunto que neste momento não tem assunto, desculpa, não dá para imaginar nem sentir e eu ainda pioro as coisas com este jeito estranho de ser!
O meu pai veio desejar-me “boa noite”, fiquei apreensivo, ele quer falar mas a língua enrola, como a minha com uns copitos a mais, sou mesmo filho deste Senhor, mas foi a minha mãe que me ensinou a ser eu o conquistador de liberdade e espaços, sonhador de dia e noite, fé no próximo e o filho da puta quando me lixam! Este texto foi escrito no Word, o programa não reconhece a palavra puta, eu até sorri depois de escrever e de repente ficar sublinhado como importante se tratasse o que estava escrito, é importante para mim e para ti se fores o/a próximo/a.
Sem dar conta já é tarde, acho que estou a ver a luz, não é o meu glorioso estádio, a luz a entrar pela janela, já nasce o dia? Mas estou de olhos fechados… e fiquei sem assunto…
Mas falta falar do vidro do rover, do seguro incompleto, do mar que estava na Ericeira, do calor em noite de Sintra (ou já falei disto!), do fato de macaco que tenho vestido, poxa, comprei na salsa, dei 120 euros por esta coisa linda de se vestir, confortável e fácil de despir… ah ah ah… sou mesmo engraçado quando me mentalizo da realidade das coisas!
Alguém sabe quem é a lulu? Está uma gaja aqui a chamar por ela, algumas frases em francês e algumas em inglês, com asneiras á mistura… ah ah ah… lulu, lulu … who #$%&*+#”$% is lulu? Lulu, lulu… o dance power do primo Docas a bombar after hours. Yyeeehh… let’s dance… over there… shake it baby… um orgasmo de movimentos espalha-se na minha cabeça… yyyeeehhh… positive vibrations… que grande som este agora, só queria que todo o mundo o escutá-se! Yyeeehh… dadadau dadadau …
E dormir! Não? Dadadau dadadau….
Dadadau, dadadau, dadad………….
Rugir de dentes, sabes o que significa!
… dadau… dad…
Caralho pá, dói-me a cabeça, é uma borbulha de nitrotech natural mas quando me viro faz doer!
Por falar em doer, aquele psicólogo incógnito para mim já me está a fazer passar, alguma bomba vai explodir muito em breve. Ensinar professores, onde já se viu? Pá eu sei a fábula toda, mas eles que se fodam…. Uns a passar fome e outros a enriquecer á custa de ajudar outros, da tristeza e da falta de palmadas no rabo ou de nozes na cara como meu pai tão bem o fazia. Digo eu agora que sei o que é bom e mau, respeito e admiração aprendida á base de enrolar de língua! Lembras-te? Talvez falte disso ao meu irmão, gente do meu sangue, só espero que a lição não venha tarde e em fase terminal… suspiro… ou que seja eu a lhe dar aulas! Faço-lhe uma recruta com curso de fuzileiro incluído, aprende o que é dizer “firme, sentido” e as coisas ganharão o seu valor natural com a devida normalidade. Juízo pá!!!! O truque é nunca ser apanhado e eu não sou exemplo, mas as minhas palavras valem ouro.

3 criticas ou algo parecido:
-aquela série que dá na rtp1, “over there” é 5 estrelas, fantástica mesmo, tem um conjunto de emoções envolvidas que até a algumas pessoas fracas faz mal, outras soltam tears pela cara abaixo mas negam sempre se confrontadas com a pergunta própria!
-redes ao largo, ajudem este órgão de comunicação social da freguesia de S. Pedro da Cadeira, merece o respeito pelo trabalho desenvolvido, notícias, histórias, boatos ou coisas do género há muitas mas das nossas terras esquecidas existe pouco que ainda se fale, como dizia o outro, “não importa se falam bem ou mal de mim, mas falem”. Obrigado a vocês amigos.
-dia 27 não esquecer de votar, uma pessoa para poder pedir direitos também tem de cumprir obrigações e deveres, pá somos Portugueses, nunca se esqueçam disso! Se não escolheres a cabeleireira e o penteado será uma qualquer cabeleireira a fazer o que quer, depois não te queixes!
….. 15:53, vou ao casaca beber café, fumar um cigarro e pensar, apenas pensar ,com o mar reflectido nos olhos e mil e uma imagem a bater no cérebro!
Por hoje chega… (25 Setembro 2009)

Marilyn Manson no Campo Pequeno



Um concerto obrigatório, dia 1 de Dezembro, no Campo Pequeno, em Lisboa.


Marilyn Manson vem agora a Lisboa apresentar o novo álbum, "The High End of Low".


O sétimo álbum de originais, foi descrito pelo músico norte-americano como "muito rude, muito pesado e muito violento".
Marilyn Manson voltou a contar com a colaboração de Twiggy Ramirez e com a produção de Sean Beavan, responsável por "Portrait of an American Family", "Antichrist Superstar" e "Mechanical Animals", os três primeiro álbuns da banda.


Dia 1 de Dezembro, no Campo Pequeno, o Anti-Cristo vai dar-nos as boas vindas ao mês do Natal !!! As portas abrem às 21h00 e o concerto tem início às 22h00. Os bilhetes , à venda nos locais habituais, custam entre €22,00 e €35,00 .

Dar, a quem pode ir, eu espero não poder ir por estar a trabalhar... mas acho que este concerto vai ter um carisma especial.... acho que Marilyn no campo pequeno e a sua aura vão marcar de forma positiva os concertos em Portugal.

F%&*+ YOU


olá, sou eu outra vez!
só porque sim....
http://www.youtube.com/watch?v=WpDdrxNwW5g


...

...

http://www.youtube.com/watch?v=HNhMxxUKZ4I&feature=fvw

...

...

olha bem pra mim....

o k ves?

fuzos prontos, afeganistão



Vinte fuzileiros participaram quinta-feira (2009-09-03) em Vila Real no exercício final das forças antes de se "estrearem" no Outono na unidade destacada no Afeganistão para proteger militares portugueses em missão de assessoria ao exército afegão.
Até agora, a “Force Protection” portuguesa era constituída apenas por comandos, tropa de elite do Exército, mas o próximo contingente vai já incluir 20 fuzileiros (elite da Marinha), que se juntam a igual número de comandos.
Bruno Pedro, um dos fuzileiros que se vai estrear na “Force Protection” em solo afegão e mesmo em missões internacionais, garantiu aos jornalistas que está preparado “exactamente” como os comandos para a missão que lhe foi confiada.
“A primeira vez é sempre a primeira, mas estamos convictos de que vamos cumprir aquilo a que nos propomos”, afirmou também, garantindo que o medo “fica sempre de parte” ao entrar no teatro de operações.
Quanto às saudades da famílias, essas – disse – “matam-se quando chegarmos”.
Embora seja comando, Leandro Almeida vai também estrear-se em missões internacionais na próxima “Force Protection” para o Afeganistão.
Contido nas palavras, admite que parte “com óbvio receio”, mas ciente de que está suficientemente preparado para o que espera.
Em teoria, os efectivos da “Force Protection” são os que mais riscos correm, cabendo-lhes, por exemplo, evacuar forças atingidas pelo rebentamento de homens-bomba, uma situação frequente no Afeganistão simulada no exercício final de Vila Real.
Mais à-vontade do que os seus colegas da “Force Protection” está Luísa Madeiras, uma militar da Força Aérea que vai cumprir a segunda missão no Afeganistão.
No ano passado integrou um destacamento a operar com um avião C-130 e, desta vez, integra um módulo de apoio.
“Pensamos sempre no risco que podemos a correr, o coração bate mais aceleradamente quando chegamos ao aeroporto, mas quando chegamos ao teatro de operações, isso (o medo) vai sendo superado”, testemunhou.
“Estamos preparados, tendo em conta o nosso aprontamento, para todo o tipo de ameaças”, garantiu, por sua vez, Santos Correia, o comandante da OMLT (Operational Mentor and Liaison Team) de Divisão a destacar para o Afeganistão.
As Forças Armadas portuguesas dão apoio à formação do exército afegão desde Maio de 2008 e têm no terreno um total de 143 homens.
Contudo, esta rotação abrange apenas 83 militares, que permanecerão no Afeganistão durante meio ano, substituindo igual número de efectivos que concluem agora uma missão de duração similar.
Além dos 40 elementos da “Force Protection” e de 16 outros membros do designado Módulo de Apoio, o contingente a enviar para o Afeganistão incluirá 16 militares a integrar na OMLT de Divisão (que irá assessor o Quartel-General de uma divisão na província de Cabul) e 11 para uma OMLT de Guarnição (em apoio de um regimento).
Todos estes militares terminam sexta-feira uma preparação conjunta de duas semanas, num treino que, segundo fonte das Forças Armadas, “tomou como referencial o ambiente operacional que se vive no Afeganistão e possíveis evoluções que o mesmo possa registar”.
O exercício, com o nome de código “Kabul 092”, confirmou a prontidão operacional dos militares, entretanto certificada pela Inspecção Geral do Exército.

Ópio e Morfina - Papaver somniferum (papoila do oriente)



Muitas substâncias com grande actividade farmacológica podem ser extraídas de uma planta chamada Papaver somniferum, conhecida pelo nome de papoila do oriente. Ao cortar a cápsula da papoula, quando ainda verde, obtém-se um suco leitoso, o ópio (a palavra ópio em grego quer dizer suco).Quando seco este suco passa a chamar-se pó de ópio. Nele existem várias substâncias com grande actividade. A mais conhecida é a morfina, palavra que vem do deus da mitologia grega Morfeu, o deus dos sonhos.Pelo próprio segundo nome da planta somniferum, de sono, e do nome morfina, de sonho, já dá para fazer uma idéia da acção do ópio e da morfina no homem: são depressores do sistema nervoso central, isto é, fazem o nosso cérebro funcionar mais devagar. Mas o ópio ainda contém mais substâncias sendo que a codeína é também bastante conhecida. Ainda, é possível obter-se outra substância, a heróina, ao fazer-se uma pequena modificação química na fórmula da morfina. A heróina é então uma substância semi-sintética (ou semi-natural).Estas substâncias todas são chamadas de drogas opiáceas ou simplesmente opiáceos, ou seja, oriundas do ópio; podem ser opiáceos naturais quando não sofrem nenhuma modificação (morfina, codeína) ou opiáceos semi-sintéticos quando são resultantes de modificações parciais das substâncias naturais (como é o caso da heroína).Mas o ser humano foi capaz de imitar a natureza fabricando em laboratórios várias substâncias com acção semelhante aos opiáceos: a meperidina, o propoxifeno, a metadona são alguns exemplos. Estas substâncias totalmente sintéticas são chamadas de opióides (semelhantes aos opiáceos).Todas as drogas tipo opiáceo ou opióide têm basicamente os mesmos efeitos no SNC, diminuem a sua actividade. Tudo depende da dose e do tipo de eficiência!Assim, todas estas drogas produzem uma analgesia e uma hipnose (aumentam o sono): daí receberam também o nome de narcóticos que significa exatamente as drogas capazes de produzir estes dois efeitos: sono e diminuição da dor. Recebem também por isto o nome de drogas hipnoanalgésicas. Agora, para algumas drogas a dose necessária para este efeito é pequena, ou seja, elas são bastante potentes como, por exemplo, a morfina e a heroína; outras, por sua vez, necessitam doses 5 a 10 vezes maiores para produzir os mesmos efeitos como a codeína e a meperidina.Algumas drogas podem também ter uma acção mais específica, por exemplo, de deprimir os acessos de tosse. É por esta razão que a codeína é tão usada como antitussígeno, ou seja, é muito boa para diminuir a tosse. Outras têm a característica de levarem a uma dependência mais facilmente que as outras; daí serem muito perigosas como é o caso da heroína.Além de deprimir os centros da dor, da tosse e da vigília (o que causa sono) todas estas drogas em doses um pouco maior que a terapêutica acabam também por deprimir outras regi!ões do nosso cérebro como por exemplo os que controlam a respiração, os batimentos do coração e a pressão do sangue. Como será visto, isto é muito importante quando se analisa os efeitos tóxicos que elas produzem.Via de regra as pessoas que usam estas substâncias sem indicação médica, ou seja, abusam das mesmas, procuram efeitos característicos de uma depressão geral do nosso cérebro: um estado de torpor, como que isolamento das realidades do mundo, uma calmaria onde realidade e fantasia se misturam, sonhar acordado, um estado sem sofrimento, o afeto meio embotado e sem paixões. Enfim, um fugir das sensações que são a essência mesma do viver: sofrimento e prazer que se alternam e se constituem em nossa vida psíquica plena.Efeitos no resto do corpoAs pessoas sob acção dos narcóticos apresentam uma contração acentuada da pupila dos olhos ("menina dos olhos"): às vezes chega a ficar do tamanho da cabeça de um alfinete. Há também uma paralisia do estômago e a pessoa sente-se empachada, com o estômago cheio como se não fosse capaz de fazer a digestão. Os intestinos também ficam paralisados e como conseqüência a pessoa que abusa destas substâncias geralmente apresenta forte prisão de ventre. É baseado neste efeito que os opiáceos são utilizados para combater as diarréias, ou seja, são usados terapeuticamente como antidiarréicos.Efeitos tóxicosOs narcóticos sendo usados através de injecções dentro das veias, ou em doses maiores por via oral, podem causar grande depressão respiratória e cardíaca. A pessoa perde a consciência, fica de cor meio azulada porque a respiração muito fraca quase não mais oxigena o sangue e a pressão arterial cai a ponto de o sangue não circular certo: é o estado de coma que se não for atendido pode levar à morte. Literalmente centenas ou mesmo milhares de pessoas morrem todo ano na Europa e Estados Unidos intoxicadas por heroína ou morfina. Além disso, como muitas vezes este uso é feito por injecção, com frequência os dependentes acabam também por pegar infecções como hepatites e sida.Outro problema com estas drogas é a facilidade com que elas levam à dependência, ficando as mesmas como o centro da vida das vítimas. E quando estes dependentes, por qualquer motivo, param de tomar a droga, ocorre um violento e doloroso processo de abstinência, com náuseas e vômitos, diarréia, câimbras musculares, cólicas intestinais, lacrimejamento, corrimento nasal, etc, que pode durar até 8-12 dias.

11 Setembro, remember the day?









"Só existem dois dias no ano em que nada pode ser feito...um se chama Ontem, outro se chama Amanha... portanto.. hoje é o dia certo para Amar, Acreditar, Fazer e principalmente Viver." Dalai Lama

"O valor das coisas não está no tempo que duram mas na intensidade como que acontecem...por isso existem momentos inesqueciveis, coisas inesplicáveis e pessoas incomparáveis..."
Fernando Pessoa

Que data excelente para eu deixar aqui um comment e para falar sobre um assunto que pode fazer confusão a muita gente... mas também não me vou esticar muito, o tal truque de não se poder ensinar tudo o que se sabe, digo isto mas depois acabo por falar tudo na mesma! lol... está no meu sangue...

Pois é, 8 anos passados desde aquele 11/09/2001, muita coisa podia ser dita, muita coisa podia ser dita também por mim, mas não, o mundo não precisa de pratos limpos, o mundo precisa que se ande a limpar pratos, conforme a terra gira também a vida tem de girar.
Lamento todas as vidas perdidas, lamento a destruição fisica e psicológica de tudo envolvente neste dia e em dia seguintes mas dependentes da causa... tiro o chapéu e encosto ao peito!

Ouvi uma frase que me meteu respeito, "esta guerra nunca será ganha por nós" ... e pensei:

"-mas este gajo está maluco ou que?"

e é aqui que uma explicação deu cabo do meu ego... não interessa quem foi, de onde foi, nem quem estava presente... mas eram gente fina!

A explicação era mais ou menos a seguinte, nós ocidente estamos a lutar, por valores materiáis e por causas ,digamos, mais ou menos humanitárias! Vão uns, voltam outros... guito a girar... mas e com que força se luta quando a cabeça não está ali? isto pra mim era napalm pra cima e depois sujava-se as botas nas limpezas... mas e pra tantos outros que lá andam? á espera do dia de voltar em vez do dia da vitória, ahh pois... é essa a diferença!

Mas e o lado de lá? há quantos séculos lutam aquele tipo de gente por crenças religiosas? etnias que nunca mais acabam, lutam entre si mas depois limpam o sebo a tudo que venha de fora, indo contra o próprio Islão, Islão deriva da palavra "salam", que significa paz!, submissão a um só Deus, viver em paz com o criador, consigo mesmo e com o ambiente! fodasshh, ora se fosse querer significar guerra!!!!! enfim, cada um com a sua pancada!

Eu só digo que um jogador de futebol não quer treinar pra jogar a suplente (ou nem chegar a jogar), e eu também não, quando entrar em campo vai ser com empenho de lutar pela vitória, qualquer passo que dê vai ser com a ideia do objectivo final.....

olha bem pra mim, estou com cara de medo? -buh

Então é no sentido daquelas frases iniciáis e no significado do dia de hoje que a minha personalidade gira em volta, tem tudo a ver... tipo puzzle...

remember the day?

e quando alguém disser: -khosh Ama-deed!

eu vou responder: - ISAF, tibidi, tibidi....

sozinho


aloha

neste momento sinto-me sozinho, quase sozinho....

tenho imagens na cabeça que me fazem companhia, momentos bons e enriquecidos por quem gosta da minha companhia...

tudo se torna fácil quando se pensa assim, mas olhando em volta está um vazio que nem sempre se torna fácil buscar memórias...

então luto... sozinho...

como há quem diga:

“Aquele que não luta pelo que quer, não merece o que deseja”.

vila real... um obrigado especial e o tempo longe do mar!



eu, aqui...
não era onde queria estar mas é onde preciso estar...
é onde estou e é onde não vou estar prá semana (viseu)....
até gosto disto...
muito calor agora nestes dias e bom ritmo de vida...
no inverno não sei, mas um dia vou querer saber...
não será este inverno de certeza...
saudades do mar, do meu mar, da minha praia, da minha gente...
as minhas ondas...
o meu tempo particular...
a brisa fresca...
o cheiro a algas pela manhã...
mas agora e aqui...
aqui tudo isto é meu, agora presente, amanha será passado e ontem foi futuro....
confuso...
confuso é não querer entender....
confuso é não sentir o estar longe e criar raises em novos portos....
portos!...
rio...
eu, aqui...
um cigarro agora vai cair bem...
um fumo de bom sabor...
não o das árvores que vi arder e que nem os vidros do carro velho me protegiam...
não o sabor do suor de homens que lutam dias e dias...
voluntários do recibo verde, vestem de vermelho e pagam as contas de casa com trabalhos de pedreiro a part-time....
OBRIGADO A TODOS!!!