Afghanistan - On the way to Bagram.











Façam-me um favor, observem, deixem que os vossos olhos vejam o mesmo que os meus viram…

Tirem conclusões, certas ou erradas, mas tirem…

Preciso de opiniões, preciso de outros pontos de vista, da beleza á miséria estou indeciso!

Quero ajuda, como nunca o fiz antes, é agora o momento certo para linear ideias, mas só o conseguirei com ajuda de terceiros porque todo este fim do mundo marca uma pessoa, às vezes só o silêncio reina, às vezes olhamos uns nos outros e a ideia que passa no olhar de cada um é simplesmente “mas o que é isto? Meu Deus!”

Deixem os vossos comentários.

Obrigado.

Afeganistão: Intérprete mata dois soldados norte-americanos

"Um intérprete afegão que estava ao serviço do Exército dos EUA matou, esta sexta-feira, dois militares norte-americanos.

De acordo com um responsável do Exército norte-americano citado pela
Reuters, o funcionário não terá cometido o duplo homicídio por razões ideológicas ou religiosas, mas antes por estar descontente com as suas condições de trabalho.

A notícia da morte dos dois americanos tinha sido avançada pela NATO esta sexta-feira, que acrescentara ainda a notícia de um «empregado dos EUA». No entanto, só agora se esclareceram os contornos do caso."

fonte: abola.pt, outros mundos

Fico extremamente confortado com isto... Não foi por questões ideológicas ou religiosas, uufffhh... assim já estou mesmo descansado! Assim não me importo de os transportar, fazer-lhes segurança, etc...!
Epah, isto é uma treta, mas quais condições? Isto é uma miséria total, queriam o que? camas de hotel com serviço de quarto? pppfff...

São pobres e mal agradecidos... e vou vos contar mais!
Fazem buracos nas estradas, depois metem os filhos com pás a tapar, na berma da estrada esperando uma esmola!
Parece anedota não é?

Errados pensamentos mútuos, o clima




Atenção, atenção…

Sabemos todos que em Portugal chove no inverno e faz calor no verão.

Sabemos todos que no natal está-se bem é no Brasil…

Sabemos todos que no Afeganistão, o calor deixa um camelo a morrer de sede. .. e será que é sempre assim?

Esta é a minha resposta, duas fotos de paisagens actuais e uma foto minha com um acessório francamente útil para esta altura do ano!

Comprado directamente da Alemanha, por correio, assim vieram algumas dezenas delas a nosso próprio pedido.

E porquê a nosso pedido?

Porque quem faz a lista de material para o terreno, está o ano todo sentadinho com o cu numa cadeira, algures numa secretária qualquer, é tratado por senhor, recebe louvores do excelente trabalho elaborado e tem um ar condicionado diariamente a aquecer ou arrefecer o ar da sua sala!

E como a palavra “cu” deu erro ao escrever, eu traduzo, significa rabiosque, assim num modo mix gay com betinho! Aquela parte mole (de alguns) por baixo das costas! Onde sai as ideias do dia-a-dia!

J obrigado pela atenção!

Associação de FUZILEIROS, o meu comentário


Dito por mim, em resposta a alguns acontecimentos e em continuação da nota deixada por um senhor amigo:

"sr Mário Manso, quero deixar aqui a minha opinião sobre o que escreveu! mas antes, peço que leia o que escrevi e pedi numa mensagem abaixo feita por mim... vai directamente tocar no que foi dito por si. Gostava de ver essas suas palavras exibidas publicamente aos olhos de todos, gostava que a verdade fosse vista como tal e não como estes "usurpadores" a querem ver! Não há necessidade que falem bem de nós, apenas que falem a verdade! Eu estou no meio de um pequeno furacão, espero que não o despertem! Deste ponto de vista, vejo muita tristeza... e essa reportagem foi mais uma! Se os vossos olhos vissem o mesmo que os meus, de certeza haveria muita palmada na mesa! FUZOS!"

no livro de visitas de:



Generation kill - retrato 01

“Tony, sabe, você pensa demais!”

Falando do que vi, falando do que penso ser eu, criando ideias do futuro sem apoios colaterais, sempre com o kit de vaselina no cinturão, á espera do momento em que olho a estrada, vejo a queda e mesmo assim esfrego as mãos, vou passar…

Há coisas que não fáceis explicar, há coisas que evito explicar, há coisas que tenho mesmo de falar…

Os que conhecem o 2º esquerdo ficariam surpreendidos se alguém lhes dissesse, “-ele estava a falar com o mind check!”

Mind check é aquilo a que eu chamo a um psicólogo, de diversas infâncias diferentes, nasceram e cresceram, da Tele-pizza ao McDonald’s por entre serviços, não importa, são humanos como eu, mas como eu não são de certeza! Estudam para um objectivo, criam raízes de conhecimento e propagam-se como formigas reais, usam da palavra como se a razão fosse do mesmo clube!

A minha opinião:

“-todos nós temos essa profissão quando estamos cientes do que somos, da realidade em redor, do que amamos, do que odiamos, do que já vivemos e do que queremos viver!”

Como um conselho, se fosse bom, vendia-se! Assim são eles, escrito na testa “ouve, porque é bom”. Baahh, paga…

“Tony, sabe, você pensa demais!”

Acalmar os ânimos é o que tenho da fazer, já que a testerona é natural, deixá-la ser.

Mas e a conversa com o mind check?

Não foi nada particular, assim acalmo já a tua expectativa de me ver a ficar maluco, foram planos paralelos, caminhos percorridos por este e por aquele que no presente se cruzaram!

Mas F**K, não me fod**, ele fuma ganzas desde os 15, só pode! Conheço mais gente assim, a serenidade é demasiada para cão! Parece que passa a vida a contar estrelas, até mesmo de dia quando só uma se consegue ver! Enrola um sorriso quando o checkamos com a magala, com a noticia alterada e limita-se a fazer uma salada russa de todos nós!

Sem o querer dizer, ele disse:

“Tony, sabe, você pensa demais!”

…….. lá vou eu ter de fazer bluff para matar mais um coelho!

È a possibilidade de morrer que me faz viver para ganhar!

Mato um coelho, matam-me o cão… detesto isso! Mas sabe bem... è difícil explicar mas é aquilo que sinto!

“ALL’ IN”

“GIVE ME THE SHIPS” , e vou dormir mais uma vez!

“Tony, sabe, você pensa demais!”

21 de Janeiro de 2010, Kabul … SYSTEM OF A DOWN

Quando as coisas não são como quero, falo e falo até todas as portas se fecharem (ou alguém mais que eu me manda calar)!

Tenho passado por esta aventura algumas vezes nos últimos tempos e detesto quando vejo que tenho razão!

Faço figas para que nunca a minha razão se torne em tristeza de molhar a cara e baixar os olhos, ver o fundo do planeta em modo imaginário, socar a parede e perguntar porquê?

Assim como disse o meu tio: “-que Deus te proteja.”

E a todos nós, tugas de nome, portadores da bravura de quem por água descobriu os caminhos para a nação Índia.

Que Deus nos proteja já que nem sempre o jammer está presente e quando está, poderá não ter a culpa do sucedido!

Depois de dormir alguns minutos, consigo dormir algumas horas, depois de tons alterados vem o silêncio e parece que nada foi… mas é assim que gosto de fingir! E com a mesma roupa de que me deitei, posso repousar, respirar fundo e agradecer a Quem nos protegeu!

…Huufff…

Se tenho pecado, peço, Deixai-me ter a oportunidade de o poder fazer muito mais e por muito mais tempo!

Mudando um pouco o peso da conversa, deixando algumas mágoas ficarem apenas e só para mim (e pensas tu agora: “-como de costume!”), quero vos deixar com umas letras especiais, para poderem ouvir e poder cantar, gritar ou berrar, seja o que for porque eu cantar não consigo mas grito e berro muito, acreditem!

SYSTEM OF A DOWN (para mim 1º lugar do top, os maiores mesmo)

Shimmy

Education, fornication, in you are, Go,

Education, subjugation, now you're out, Go,

Education, fornication, in you are, Go,

Don't be late for school again boy

I think me, I want life,

I think me, I want a house and a wife,

I want to shimmy- shimmy- shimmy through the break of dawn, yeah.

Education, fornication, in you are, Go,

Education, subjugation, now you're out, Go,

Education, fornication, in you are, Go,

Don't be late for school again girl

I think me, I want life,

I think me, I want a house and a wife,

I want to shimmy- shimmy- shimmy through the break of dawn, yeah.

I think me, I want life,

I think me, I want a house and a wife,

I want to shimmy- shimmy- shimmy through the break of dawn, yeah.

Indoctrination, of a nation,

Indoctrination of a nation,

Subjugation of damnation,

Subjugation of damna?

Don't be late for school again boy,

Don't be late for school again girl,

Don't be late for school again boy,

Don't be late for school again girl.

Toxicity

Conversion, software version 7.0,

Looking at life through the eyes of a tire hub,

Eating seeds as a past time activity,

The toxicity of our city, of our city,

New, what do you own the world?

How do you own disorder, disorder,

Now, somewhere between the sacred silence,

Sacred silence and sleep,

Somewhere, between the sacred silence and sleep,

Disorder, disorder, disorder.

More wood for their fires, loud neighbors,

Flashlight reveries caught in the headlights of a truck,

Eating seeds as a past time activity,

The toxicity of our city, of our city,

New, what do you own the world?

How do you own disorder, disorder,

Now, somewhere between the sacred silence,

Sacred silence and sleep,

Somewhere, between the sacred silence and sleep,

Disorder, disorder, disorder.

New, what do you own the world?

How do you own disorder, disorder,

Now, somewhere between the sacred silence,

Sacred silence and sleep,

Somewhere, between the sacred silence and sleep,

Disorder, disorder, disorder.

When I became the sun,

I shone life into the man's hearts,

When I became the sun,

I shone life into the man's hearts.

Aerials

Life is a waterfall,

We're one in the river,

And one again after the fall.

Swimming through the void

We hear the word,

We lost ourselves,

But we find it all?

Cause we are the ones that want to play,

Always want to go,

But you never want to stay,

And we are the ones that want to chose,

Always want to play,

But you never want to lose.

Aerials, in the sky,

When you lose small mind,

You free your life.

Life is a waterfall,

We drink from the river,

Then we turn around and put up our walls.

Swimming through the void

We hear the word,

We lost ourselves,

But we find it all?

Cause we are the ones that want to play,

Always want to go,

But you never want to stay,

And we are the ones that want to chose,

Always want to play,

But you never want to lose.

Aerials, in the sky,

When you lose small mind,

You free your life.

Aerials, so up high,

When you free your eyes,

Eternal prize.

Aerials, in the sky,

When you lose small mind,

You free your life.

Aerials, so up high,

When you free your eyes,

Eternal prize.

Mas com quem casei a minha filha!


Olá a todos os fiéis seguidores deste blogue.

Olá aos seguidores menos fiéis mas que gostam de fazer a sua visitinha para ver no que anda a pensar o Guilherme!

Olá visitante “ao calhas”, que por engano ou pesquisa desviada, viestes aqui ter sem ser convidado… fica a saber que te recebo de braços abertos se forem boas as tuas intenções e de punhos fechados se forem más!

Mais uma vez, sou obrigado a vir deixar as minhas energias negativas em algum lado(aqui), mas desta vez são em quarto minguante!

Muitos acontecimentos têm feito da minha moral uma autêntica montanha russa, de altos e baixos, longas subidas e rápidas descidas vertiginosas…

Mas o mar não é sempre “bravo”, nem a minha fúria se mantém por muito tempo… são mais águas que passam!

E se até o super-homem morreu, porque terei eu de tentar remar sempre contra a maré?

Pois não tenho… só o faço porque quero, não sou obrigado, mas dá-me um gosto enorme quando consigo marcar presença nessas marés negras.

Consigo ter imenso prazer a ver um belo navio a flutuar nas águas mais paradisíacas, como quando consigo ver esse mesmo navio a afundar, depois de eu ter dito: “-eu avisei!”

E quando é a mim que o dizem?

Fico fulo, como o óleo … frito e depois tenho de o mandar fora!

Mas há uma frase que me tem marcado esses últimos dias de tempestade, a frase:

“-Mas com quem casei a minha filha!”

È genial, não é? Eu acho…

Essa mesma frase tem diversas funções e traduções possíveis, não muito difíceis de dizer mas…

Uma das funções dessa frase é aliviar, o stress e a pressão acumulada nas veias! E se for dito alto ainda se consegue melhores resultados!

Outra função é dizer de uma forma simples “-estou arrependido”.

A última função é traduzir o diverso e complexo mundo do alfabético calão… mas isto eu vou vos poupar a ler tais coisas feias… que normalmente são traduzidas por #$%& ou *+ª@=...

Eu consigo fazer as duas coisas, dizer esta linda frase e de seguida os seus sinónimos… considero-me uma pessoa normal por isso muita gente o deve fazer sem se terem apercebido!

Ou seja, com esta história toda, estou atrasado para o jantar e nem disse porcaria alguma das m$rdas que tenho visto… o que é óptimo para mim! Ah ah ah…

Ka boom, Ka boom…

“-Mas com quem casei a minha filha! C$R$LH#...”

Ah ah ah…

Spartan Marine, as crónicas de


"O que não se fala. Hoje,(editado neste blog a 19) dia 18 de Janeiro de 2010 foram (cerca de) 60 atentados, contra militares da ISAF, das forças Afegâs, Policias e civís. E os Tugas continuam com a sorte! Até quando? Aléluia irmão, Graças a Deus ou a Alá....ou a eles mesmos e ao seu profissionalismo."
texto escrito por: Soldado em Fúria

Nota: Esta imagem representa o que restou de um edifício, na passagem de uma coluna militar e ao mesmo tempo a detonação de um IED.
Ter em atenção que o alvo era a coluna militar e não o edifício!

Para mais noticias do género, criticas, avaliações ou pontos de vista,
consultar:

O meu apoio na causa está presente, assim como a minha dedicação a tudo o que tenha como objectivo o verbo "melhorar"!

Para quem pensa errado!


Para quem pensa: "aquilo está calmo"


3 dias, 3 tombaram...


Está calmo?

...calmo é na Amadora, nas Laranjeiras, Chelas, Pica-Pau Amarelo ou Arrentela!

Sábado, 16 de Janeiro de 2010

Algumas horas de sono fazem a rotina, uma dor num membro superior é rotina, palavras mansas de quem foge á moral é rotina, pó do deserto aqui é rotina…

Ir aos correios, aqui não é rotina! Mas foi de onde vim agora, á pressa porque ainda trabalho mais hoje…

Muito eu gosto de pôr 3 pontinhos no fim das frases… dá que pensar… mas eu já pensei antes de os pôr!

… e no inicio também é engraçado!

Humm… preciso de um banho de água fria, depois de uma dose de trance com Skazi a bombar, agora relaxo numas poesias negras com pintinhas da velha Europa.

É como se a 1º vez estivesse a acontecer, sabe bem entrar neste mundo que não era o meu, sabe bem passar da fantasia á realidade, aqui apenas a fantasia mas como já fiz a passagem deixo me levar por instantes como se ali estivesse outra vez!

Não sei por que razão os flashes continuam a passar, até da 9ª companhia vejo imagens daqui e pergunto, porquê?

Mas a questão á muito foi ultrapassada, a nossa mente é que tem por defeito ser teimosa naquilo que a perturba, assim, passamos pequenos-almoços a dialogar sobre sonhos do impossível, sobre impossibilidades momentâneas que um diria seriam alegrias ou tristezas, caso tudo corra bem! Enfim, deixo me levar, não há razão para pressas… são inimigas da perfeição.

Queres conversar comigo? A conversa ajuda-me, sabe bem passar o tempo a saber que existo, que tu existes, que todos nós existimos, mal ou bem, existimos…

Se tiver de dizer uma vez, posso dizer duas ou três, deixa-me ou anda cá, será sempre a minha decisão, assim como a tua, depois cada um terá de saber lidar com as decisões de outros…

Deus escreve “direito” por linhas tortas, mas enquanto eu puder decidir o que é melhor para mim, ninguém nem mesmo Ele vai puder alterar a minha decisão. Até ao momento antes da morte posso decidir, vou lutar ou vou-me deixar levar?

Se quiser voltar aqui e tiver oportunidade para isso, assim o farei… vou deixar o pombo-correio levar a carta da minha vida pelos ventos da minha vontade.

Fumo um cigarro, giro a cabeça de um lado para o outro… olho o telemóvel, apenas consigo ler “Roshan”… merda de rede! Sabes o que me apetece?

Humm… tenho de ir… não penses nisto, foi momentâneo!

já...


"Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis. Já fiz coisas por impulso, já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei decepcionar-me, mas também decepcionei alguém. Já abracei para proteger, já dei risadas quando não podia. Já fiz amigos eternos. Já amei e fui amado, mas também fui rejeitado. Já fui amado e não soube amar. Já gritei e pulei de tanta felicidade, Já vivi de amor e fiz juras eternas, "mas quebrei a cara" muitas vezes! Já chorei a ouvir músicas e a ver fotos. Já liguei só para escutar uma voz. Já me apaixonei por um sorriso. Já pensei que fosse morrer de tanta saudade e tive medo de perder alguém (e acabei perdendo). Mas sobrevivi!!! E ainda vivo. Não passo pela vida e tu também não deves passar. VIVE!!! Bom é ir a luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é muito para ser insignificante."
por: CHARLES CHAPLIN

I imagine your smile when you call me!

who really feels.................................................


is easier if I can look in your eyes every day...
where are you now?


30 SECONDS TO MARS


Para quem é fã ou simplesmente gosta de ouvir uma boa banda da rock, aqui deixo o endereço do sitio dos 30 seconds to mars, totalmente em português... com muita novidade, passatempos e etc...


6 de Janeiro de 2010 - meu ombro direito...

Oi…. Ou “aaiiiiiiihhhh”, dói… L

Como eu disse, muita coisa vai mudar!

E começou logo hoje, 6 horas e picos, o gui salta (lentamente) da cama para mais um dia do vai e vem…

Tudo normal, volto para o pouso às 13horas e picos minutos, dão-me 20 minutos para almoçar, mas a pedido conseguimos ter 25 minutos! O que é uma eternidade para alguns, dava para comer duas vezes nesse espaço de tempo, mas como os senhores tem “compromissos inadiáveis” é para cumprir… ahahahah

Lá foi o Toni e seus capangas… já de bucho cheio, toca a preparar como se houvesse um ataque em acção contra nossas forças! Numa capoeira gigante e aberta, foram 2 minutos e finalmente o tal pouso!

-Cheguei finalmente e por hoje já chega!

(mal sabia eu que hoje era até á noite, como praticamente toda a semana das não tardes livres)

Tudo normal outra vez… gui tira tudo da torre, ainda de colete anti-bala e capacete, por cima do hummer vou para a ré da viatura, mão no pneu suplente e big jump para o chão… como todos dias várias vezes!

Não, desta vez foi diferente, doeu…

-Dass…

E pronto, já mudou alguma coisa, muita coisa…

Assim do nada, passados minutos, voltamos a sair e as dores cada vez eram mais!

Na volta para cá, decidi pensar em mim, no meu bem, fui falar com quem devia e depois fui ao hospital…

Entro, na recepção apenas franceses… como não estava para lá virado resolvi falar inglês..

O gajo foi compreensível, ok tudo na boa! E depois vira-se para umas francesas e em tom de gozo diz algo em francês como:

-Este gajo caiu e agora vem aqui pedir uma consulta, mas isto fechou às 5 horas, e agora?

Uma delas, a rir, disse:

-Só se for às urgências!

E eu como percebo francês e não estava a achar piada á risada nada profissional, disse:

-je parle français!

Assim do nada, a risada parou, ficaram estúpidos os meninos engraçados! E que fique bem entendido que dou sempre uma oportunidade a quem erra, mas não se estiquem!

Lá fui, com essa mesma senhora francesa, às urgências…

Um doutor PORTUGUÊS de serviço atendeu-me juntamente com auxilio de outro PORTUGUÊS… Profissionais, deram-me uma cena, que não sei o nome, para deixar o braço ao peito a descansar! Deram-me uns dias de descanso, mas eu não queria descanso, queria ouvir “amanhã estás bom de certeza e podes fazer o teu trabalho!”, mas não disseram isso! Uma luxação apenas, possivelmente…

Quando espero pela dispensa de serviço, assino com a mão esquerda…. Ahahahah… E outra francesa que lá estava observa-me, eu lia um quadro na parede mas o reflexo do espanto foi evidente, quando de surra diz ao médico Português:

-OOHHH… Il est Portugais!!!! J'ai pensé qu'il était Allemand!!!

Loool… deve ser da barba e da cor dos olhos! ;)

Enfim… aqui estou eu! A mudar a história possível na minha cabeça, a história que pensei no dia anterior, aquela que penso todos dias super positivamente em relação ao dia que há-de vir!

A quem se preocupa:

-Estou bem, obrigado!

Novos dias...

Entramos em 2010, novos dias virão… o “mudar” vai ser umas das palavras mais utilizadas á minha volta!

Possivelmente, não será nada de novo porque para mim o mundo sempre girou e nada pára!

Para ficar surpreendido tem de ser mesmo algo fora do normal, é como, 2 + 2 = 4 (há quem diga 5, ex: um tal chefe cabeça “vermelha”), e na minha normalidade já vi muita gente surpreendida…


Vejo um horizonte brilhante, não sei se é para mim, mas que brilha brilha! De repente, em vez de olhar para 6 quilómetros, passei a olhar só para um! Cheira a dia de São Valentim com Entrudo á mistura! Oiço música animada na minha cabeça quando durmo, vejo muralhas de um castelo usado numa guerra contra franceses! As linhas mais conhecidas de Portugal, a seguir às linhas da Soraia Chaves.

Ainda sem ticket, mas já no sítio da saída, espero pela próxima vez com ansiedade… “respiro fundo e lembro-me da força” e passa…

Trabalhar desde cedo, treinar e deitar tarde são coisas incompatíveis, sim ou sopas! Mas que posso fazer eu? Se os dias tivessem 30 horas dava para fazer tudo, mas também as esperas seriam maiores! Deixa estar como está, alguma tranquilidade e não ser refilão são virtudes em casos destes, mas como português que sou, não sei se aguento sem mandar alguém á fava nestes dias de fome matinal..

“Quem sai para o mar, avia-se em terra!” dizia muitas vezes a minha mãe a alertar-me, para abrir a pestana antes da tempestade, nesta juventude minha, espero crescer todos os dias mais um bocado durante muitos e longos anos!


Por falar em anos, PARABÈNS MANO, 4 de Janeiro é o teu dia, eu sei e nunca me esquecerei… por mais estranho que seja, nunca sei datas de nada nem de ninguém!

Queria dar-te um abraço mas fico só pela intenção, talvez daqui a uns dias… não me perguntes quantos!

Lembras-te desta foto?

E pronto, novos dias virão…