Mas com quem casei a minha filha!


Olá a todos os fiéis seguidores deste blogue.

Olá aos seguidores menos fiéis mas que gostam de fazer a sua visitinha para ver no que anda a pensar o Guilherme!

Olá visitante “ao calhas”, que por engano ou pesquisa desviada, viestes aqui ter sem ser convidado… fica a saber que te recebo de braços abertos se forem boas as tuas intenções e de punhos fechados se forem más!

Mais uma vez, sou obrigado a vir deixar as minhas energias negativas em algum lado(aqui), mas desta vez são em quarto minguante!

Muitos acontecimentos têm feito da minha moral uma autêntica montanha russa, de altos e baixos, longas subidas e rápidas descidas vertiginosas…

Mas o mar não é sempre “bravo”, nem a minha fúria se mantém por muito tempo… são mais águas que passam!

E se até o super-homem morreu, porque terei eu de tentar remar sempre contra a maré?

Pois não tenho… só o faço porque quero, não sou obrigado, mas dá-me um gosto enorme quando consigo marcar presença nessas marés negras.

Consigo ter imenso prazer a ver um belo navio a flutuar nas águas mais paradisíacas, como quando consigo ver esse mesmo navio a afundar, depois de eu ter dito: “-eu avisei!”

E quando é a mim que o dizem?

Fico fulo, como o óleo … frito e depois tenho de o mandar fora!

Mas há uma frase que me tem marcado esses últimos dias de tempestade, a frase:

“-Mas com quem casei a minha filha!”

È genial, não é? Eu acho…

Essa mesma frase tem diversas funções e traduções possíveis, não muito difíceis de dizer mas…

Uma das funções dessa frase é aliviar, o stress e a pressão acumulada nas veias! E se for dito alto ainda se consegue melhores resultados!

Outra função é dizer de uma forma simples “-estou arrependido”.

A última função é traduzir o diverso e complexo mundo do alfabético calão… mas isto eu vou vos poupar a ler tais coisas feias… que normalmente são traduzidas por #$%& ou *+ª@=...

Eu consigo fazer as duas coisas, dizer esta linda frase e de seguida os seus sinónimos… considero-me uma pessoa normal por isso muita gente o deve fazer sem se terem apercebido!

Ou seja, com esta história toda, estou atrasado para o jantar e nem disse porcaria alguma das m$rdas que tenho visto… o que é óptimo para mim! Ah ah ah…

Ka boom, Ka boom…

“-Mas com quem casei a minha filha! C$R$LH#...”

Ah ah ah…

Sem comentários: