Cimeira da NATO obriga a suspensão do acordo de Schengen

As fronteiras portuguesas passam a ter controlo documental desde esta terça-feira e até sábado, com a suspensão temporária do acordo de Schengen devido à realização da Cimeira da NATO, em Lisboa, a 19 e 20 de Novembro. 

Segundo o director do SEF, em declarações à TSF, a medida não deverá causas grandes problemas a quem queira entrar ou sair de Portugal. «Houve um reforço significativo nas fronteiras, de forma que estas estivessem preparadas para dar resposta a este acréscimo de cidadãos que serão controlados e, por outro lado, na fronteira terrestre, vamos estar em estreita colaboração com a GNR», disse.

Luís Gouveia lembrou, ainda, que esta medida teve resultados «eficazes» durante a realização do Euro 2004, quando «houve várias situações de recusa de entrada a pessoas que estavam identificadas como perturbadoras da ordem pública». «Também os outros Estados-membros reportam normalmente recusas de entrada com esse motivo. Portanto, é uma medida que se tem revelado eficaz neste sentido», acrescentou.

Sem comentários: