"incidente com material de guerra", situações complicadas!

O Estado-Maior do Exército confirmou esta quinta-feira um "incidente com material de guerra" no quartel do Centro de Tropas Comandos em Belas (Sintra) mas não acrescentou muitos pormenores devido ao processo estar em segredo de justiça.
O "Correio da Manhã" avançou que desapareceçam 10 armas com calibre de guerra e que cerca de 350 militares estão retidos no quartel da Carregueira.
Para além disso, os militares estão a ser submetidos a intensos interrogatórios, devido à necessidade de se encontrar as armas, muito procuradas no mercado negro.
O Estado-Maior do Exército esclareceu que a Polícia Judiciária Militar, que conduz a investigação em paralelo com o Centro de Tropas Comandos, é "supra Exército, depende diretamente do Ministério da Defesa Nacional", pelo que as investigações se encontram em segredo de justiça.
Mas não é segredo nenhum o que se passava por lá, e quem lá andou sabe do que falo, é só mais uma situação... pois é, tem diferenças quando se profissionaliza gente, muitos anos a "virar frangos" e o testemunho é passado de maneira diferente.

Sem comentários: