E esta? A princesa no seu castelo, com urtigas no jardim.

Anda por aí cada moral...
Damos conta que nem sempre este mundo é tão perfeito como nós o pintamos, em que os castelos são prédios atrás de prédios, em que os reis são políticos e economistas que nos controlam o país da forma que querem.
As rainhas são actrizes "porno" que chupam o dinheiro a esses tais "reis" e depois vem pedir indemnizações onde já andaram livremente de Mercedes descapotável.
As princesas são as mocinhas dos morangos em que ao fim de um episódio gravado já recebem 500 euros para ir a uma discoteca embebedar-se e fazer figuras tristes.
Os príncipes são jovens com reforma parental onde se habituam a fazer o que querem, vinte anos numa universidade com festas de segunda a domingo, que quando acabam os cursos exigem emprego ou trabalham como doutores e deixam o país chegar onde está! Assim melhor não fica de certeza!
Espero não estar a surpreender ninguém, pode ser mau sinal para essa pessoa.

Mas há mais! Quantas vezes levamos com situações sem nível cívico de gente sem consciência aquando, sem hesitar, derrubam quem lhes aparece no caminho! Num sentido completamente animal de sobrevivência, assim somos obrigados a andar na defensiva, racionando demonstrações de sentimentos e diminuindo a densidade dos sorrisos.
Claro está, não é fácil derrubar quem de queixo levantado anda. Ou quem cumpre princípios de ética vivendo sempre no sentido honorifico do seu nome.
Com castelos cheios de urtigas, alguém vai provar da sua própria irritação!

Sem comentários: