Enquanto crescia ...

Enquanto crescia ...
tirei a foto num desses dias...
Todos os dias pensava que o dia seguinte seria bem melhor. Deitava a cabeça na almofada e já com esse pensamento fechava os olhos ligeiramente, acompanhado pelo João Pestana, de mãos dadas ali repousava.
"-Bom dia, está na hora de acordar." Dizia a minha rainha.
Seguia o meu caminho, ao som de algumas melodias, alguns acordes que me faziam sentir melhor do que sem eles.
Ainda hoje os oiço, ainda hoje fazem me sentir melhor do que sem eles. São complementos de uma identidade.
Pobres de espírito aqueles que não sabem alimentar a alma desta forma.
Engolidos na triste sina do dia pobre, respiram porque assim tem de ser.
 E eu aproveito o meu egoísmo, porque gosto, para me valorizar ainda mais!
Isto enquanto crescia...

Sem comentários: