um dia de Setembro com o Gonçalo

Cansado, dias de excesso físico numa mistura desportiva e de outros tipos.
Vivendo algumas horas de descanso, não muitas, nas mais que desejadas férias em Setembro.
Depois de ser acordado ao meio dia, num toque de telemóvel não muito avançado mas que me traduzia palavras de conforto. Almoço e vejo noticias, mais do mesmo, a miséria não saiu de cá.
Hora do café, do cigarro e a vontade de ler juntou-se ao banho solar na areia da praia do mirante.
E este é o momento do gelado, a pele gelada  por vento da tardinha e o paladar gelado por um cornetto.
No livro de Gonçalo Cadilhe, " No inicio estava o mar ", respirei algumas frases, os pulmões filtraram sensivelmente ao cérebro um sentimento penetrante, constante, tanto que veio a vontade de escrever, apenas para passar a outros o mesmo sentimento... as frases, essas terão vocês de as procurar, comprem o livro ou até posso emprestar se pedido com jeitinho!
O sentimento que todos os dias a nossa vida é enriquecida seja ela de que forma for, e mais tarde, rir ou chorar será sempre uma reflexão disso mesmo.
"... quem é que no fim morre mais feliz - eles ou nós?" (do livro)

A musica foi "sugestão" dele:


Sem comentários: