o segredo ( não é o livro! )

Olá, quero falar de algo que me incomoda pessoalmente, de uma maneira que talvez me sinta culpado por saber que acontece e ao mesmo tempo deixo acontecer.
Todos nós temos segredos, nem que sejam pequenos e aconteçam de uma forma natural porque simplesmente não contamos a ninguém o que fizemos e ao mesmo tempo também não o escondemos, acontece naturalmente como referi.... mas e será que a isto se pode classificar como segredo?
Numa forma de culpa, sim posso classificar e então decido contar a alguém, um amigo ou familiar, no meio de uma conversa ou numa actividade qualquer!
Mas também posso achar que não, não é algo com importância suficiente para que a sua divulgação seja necessária e nem existirá um sentimento de culpa suficiente ou relevante!
Onde quero chegar é algo que nos escapa por naturalidade, o efeito big brother.
Num dia destes, conversava com alguém que se queixava de algumas coisas que aconteciam no seu perfil de facebook, twitter, mails e etc... ao que levou-me a responder: "-Porque tens tanta merda?"
Acho que as pessoas querem tanto andar na moda e convencerem-se que tem valor ou chamar a atenção, que passam a ser mais um peão da sociedade em que tudo é divulgado, cyber lixo digo eu.... e eu, também o faço um pouco, serve para mim este texto, até numa forma de auto-critica! Ao escrever e voltar a ler, irei aperceber-me de coisas que não tenho noção do seu valor, vou entender melhor onde erro ... digo eu!
No fim, noto que a passagem de informação é importante para todos aprendermos com erros uns dos outros, mas que há demasiado lixo, isso há!
Criam os seus próprios big brothers ao ponto de não conseguirem sair deles!
O segredo é a alma do negócio e é o que dá valor às coisas!

1 comentário:

Anónimo disse...

Um ponto de vista.